quinta-feira, 3 de Novembro de 2011

Feiras e mercados da Cidade do México

Fachada do recinto da feira da Ciudadela

A Feira da Ciudadela está aberta todos os dias das 9h00 às 18h00 e fica na Avenida Balderas, a sul do Parque Alameda. É considerada um dos melhores locais para comprar artesanato na Cidade do México. Nesta feira existem cerca de 200 barraquinhas de artesanato que vendem tapetes, mantas, máscaras, artigos em pele, peças de barro e papel maché, molduras, quadros, bijutaria de prata e de missangas, vestuário, bonecas de pano e imensos artigos alusivos ao Dia dos Mortos. Só comprei uma manta mexicana por cerca de 15 dólares e foi porque uma amiga me pediu. Além desta feira, existe uma outra onde também se encontra bom artesanato, o Bazar Sábado que, como o próprio nome indica, só se realiza ao sábado na Plaza San Jacinto, no Bairro de San Angel. A praça é um mimo, estive lá mas num dia de semana.
Até gosto do artesanato mexicano, de um modo geral. Mas é demasiado berrante para ser colocado na minha casa onde, cada vez mais, gosto de ter menos tarecos. Mas melhor que a feira da Ciudadela é, sem dúvida alguma, a animação que ocorre no jardim em frente a cada fim de semana. É do melhor que tenho visto em animação de rua. Mas este assunto vai merecer um post só para si mais adiante.

Mercado de la Villa


O Mercado de La Villa é permanente. Fica junto à Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe e só vende artigos religiosos. Tem uma zona coberta mas também existem imensos vendedores de rua. Há de tudo o que se possa imaginar: t-shirste  bonés com santinhos, estátuas de Jesus Cristo em tamanho king size, medalhinhas, bijutaria, quadros, posters, calendários, estatuetas, canetas.... tudo mesmo.




E pronto, com muita pena minha, foram apenas estes os mercados que visitei porque não houve tempo para mais. Adoro a azáfama destes locais, cuscar as comidas diferentes, observas as pessoas.... E esta cidade tem tantos mercados para ver. Existe o Mercado Jamaica, que só vende flores, o Mercado Lagunilla (num bairro com o mesmo nome, de reputação duvidosa), o Mercado de San Juan (só vende comestíveis), e muitos outros. Gostava de ter ido ao Mercado de Sonora famoso pela sua secção de bruxaria e vendas de ervas e pózinhos com poderes especiais. É que encomendava já uns feitiços contra certas figuras políticas que têm contas em Offshores e que me complicam os nervos... 

Sem comentários:

Enviar um comentário