Um dia no Parque da Warner Bros

Para quem viaja sem crianças, vale a pena entrar no Parque depois das quatro da tarde,
quando os valores dos bilhetes diminuem consideravelmente.

O Parque da Warner fica em San Martin de La Vega, uma terreola sem interesse, a meia horita de carro de Chinchon. Ao dispor dos visitantes, existe um parque de estacionamento imenso (a pagantes...) e autocarros e linha de comboio que fazem ligação a Madrid.
O Parque abre às 11h da manhã e o horário de encerramento varia ao longo do ano. Quando lá fui, numa manhã cinzenta de Abril, o clima ameaçava chuva e trovoada. Mas felizmente não chegou a cair um pingo e as núvens acabaram por dar espaço a um dia de sol. Junte-se-lhe um punhado de montanhas russas e foi um dia perfeito, embora tenha saido do parque mais pobrezita do que lá entrei . Foram as entradas (bilhetes para 2 adultos e 2 crianças rondam os 180 euros..), as refeições, os gelados, as águinhas, os souvenirs... Mas valeu a pena, até porque o destino me andou a trocar as voltas e já andava a pensar nesta visita desde que o parque inaugurou, ou seja, há 10 anos.

Logo junto as bilheteiras, as crianças são medidas para saber se pagam ou não bilhete. A vantagem de pagarem é que poderão depois usufruir de uma série de divertimentos no parque exclusivos para quem meça mais de um metro e pouco. Ou seja, criança que não paga é sinal de que não vai poder andar em quase nada dentro do parque.



Uma casa assombrada.
A montanha-russa do Super Homem. Uma das melhores, para quem gosta,
como eu, de sentir o estomâgo às voltas. Velocidade máxima de 104 km/hora.
E para quem ficar encharcado aqui, é ver a imagem mais abaixo.

O que é isto? Um secador de corpo inteiro. Por um euro, esta maquineta
exala um sopro quente que elimina a humidade. O jeito que isto me dava cá em casa,
se não fosse um enorme mastronço...
«
Stunt Fall, uma montanha-russa toda em madeira. O carro estremece ao longo de toda a viagem.


video

E este foi um dos meus preferidos, o Lex Luthor:


video


Sem comentários:

Enviar um comentário